R.I.P. Amy Winehouse

Aconteceu o que ninguém duvidava e o que todo mundo já sabia. Amy Winehouse está morta.

A cantora, fenômeno recente na música mundial, dona de uma voz muito singular e de uma personalidade controversa, sempre envolvida em escândalos com drogas, foi encontrada morta em seu apartamento em Londres.

A vida de Amy foi o prelúdio de uma tragédia anunciada. Uma cantora doidona que levou a chapadeira ao extremo, como se não houvesse amanhã. Eu mesmo, em uma brincadeira com amigos, apostei na morte de Amy em Setembro desse ano.

Não estou aqui para revisitar a curta carreira de Amy nem para dizer o quanto ela fará falta (até porque a proporção desta falta é muito pessoal), mas para dizer apenas uma coisinha: Amy é mais um talento que nos deixou por causa das drogas.

Vale a reflexão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: