O Lado Ruim do Twitter

Eu sempre fui um grande defensor do Twitter. No entanto eu estou revendo esse posicionamento nos últimos dias.

Ok, concordamos que o Twitter, como o próprio slogan diz, é “a melhor maneira de descobrir o que há de novo no mundo”. A velocidade da informação e o dinamismo da ferramenta tornam o Twitter, sim, a forma mais fácil e rápida de se manter informado sobre qualquer assunto interessante ou mesmo qualquer bobagem que se tenha algum interesse.

No entanto, o brasileiro, o mesmo brasileiro que inflou, poluiu e matou o Orkut, está inflando, poluindo e, provavelmente, matando o Twitter.

Em uma palestra com a Rosana (@rosana) em um Social Media Day, ela disse que o Twitter é o paraíso dos controladores e o inferno dos impulsivos. De fato. 140 caracteres podem fazer muito estrago, irritar gente, prejudicar pessoas, destruir carreiras, acabar com credibilidades e, principalmente, serem interpretados de forma errada.

Uma tuitada mal interpretada gera uma resposta ainda pior (porque o ser humano pensa assim: “não posso sair por baixo”) que pode gerar outra resposta pior e assim sucessivamente. Tudo em público e tudo sem necessidade alguma.

Primeira característica ruim do Twitter: As pessoas escrevem mal, entendem pior e deixam sua imbecilidade destruir coisas que realmente tem valor.

Recentemente tenho percebido que a real finalidade do Twitter, que é informar em tempo real, vem sendo deixado de lado para virar uma vitrinezinha de egos e vaidades. Muitos tem usado o Twitter como uma ferramenta de auto-promoção ou mesmo de soberba. Apenas um caminho pra dizer pro mundo o quanto “eu sou foda”.

Segunda característica ruim do Twitter: As pessoas, por mais idiotas que sejam, tem voz ativa para se mostrarem superiores (mesmo não sendo).

Outra coisa que vem me incomodando bastante: muitos usam o Twitter apenas para dar opiniões irrelevantes. Ok, aí você diz: Mas porra, Marcel, tu és o cara que mais dá opinião no Twitter. Tudo bem, faço Mea Culpa. Realmente faço isso. Mas nas minhas opiniões eu tento ser, pelo menos, sarcástico ou construtivo. Não dou opiniões do tipo “fulano é um idiota”, nem “odeio esse calor”, nem “esse governo é uma merda”. Coisas tão profundas e bem estruturadas como essas não fazem parte do que eu escrevo, mas inundam Timelines mundo afora.

Terceira característica ruim do Twitter: As pessoas não filtram o que escrevem.

A conclusão que chego é que o lado ruim do Twitter é que há pessoas nele. Pessoas com todo tipo de defeito, preconceito e imbecilidade que conseguem resumir muito bem em 140 caracteres. E isso tem me feito pensar muito sobre deixar essa rede social.

Por fim, deixo aqui uma tuitada do meu amigo Valter Junior (@valtermjunior), que resume muito bem esse post:

“O Twitter é uma excelente maneira de ler os preconceitos e ignorâncias cotidianos das pessoas – que ainda acham super normal o que escrevem.”

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Concordo com a Jacqueline.
    Na real, o twitter nada mais é do que um espelho do mundo em que vivemos !!! Não o mundo físico, mas o mundo que está na mente de cada pessoa… Se pensar bem, é ainda mais perigoso!!! Pq ali, algumas pessoas escrevem o que não falariam pessoalmente e expõem opiniões que não seriam expostas se fosse em outras ocasiões.
    Mas estes problemas sempre existiram enquanto houver e participarmos de redes sociais. A solução? Fazer escolhas. De quem se quer seguir principalmente…

    Responder

  2. É assim e continuará sendo. Com twitter ou sem. E o princípio do twitter é o mesmo de qualquer outra ferramenta que já existia: você segue quem quer, acessa os blogs que quiser… correto?

    Se as pessoas não filtram o que twittam, é preciso que a gente filtre o que quer seguir. é mais ou menos o que faço… mas, em qualquer instância, em qualquer lugar, são pessoas. O que quero dizer é que por mais que eu escolha ler este ou aquele blog, seguir esta ou aquela pessoa, mais dia menos dia pode ser que ele escreva/poste algo que eu acho irrelevante. Paciência, o mundo não gira ao meu redor… acho, sinceramente, que o twitter serve pra gente aprender a ser mais tolerante. E isso não é de todo ruim.

    Mas eu continuo tentando seguir só o que me interessa, seja por qual motivo for… e há pessoas que conheço mas não sigo. E isso não tem a ver com gostar ou não delas. Até pq, a vida é mais do que o twitter né… Pra mim, ele continua sendo a ferramenta por onde me informo. Mas isso pq eu sigo todos os veículos de comunicação sobre os temas que me interessam… o resto é purpurina hehe

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: