Debate na Globo

Acho que muitos assistiram. Aqui vai minha opinião:

Marina Silva: Continua com o discurso da sustentabilidade, a palavra a atualidade. Foi a única a ser “um pouco mais incisiva”.

Dilma: Um desastre. Gaguejou, desconversou, não soube do que estava falando quando foi questionada por Plínio sobre o aluguel compulsório de casas fechadas, enfureceu-se com os risos da platéia. Despreparada. Provou que só vai ganhar a eleição por conta do apoio de Lula.

Serra: Cara-de-Pau. Disse que vai fazer metrô em diversas cidades, além de aumentar os que já existem. Manteve a proposta do salário mínimo de 600 reais. Disse que vai investir na saúde e educação e, quando questionado por Plínio, saiu pela tangente quanto à dívida pública. Só não disse de onde vai tirar dinheiro pra pagar tanta coisa (a gente sabe).

Plínio: Taxado de louco por uns e de maluco por outros, o candidato do PSOL é, para mim, o mais coerente. Tem coragem de enfrentar o sistema capitalista inteiro e eu realmente gosto disso. Barbarizou naquela porra o debate inteiro, esfregou verdades na cara dos outros três candidatos e continuou sem receber qualquer coisa que chegue perto de se parecer com uma resposta válida quando os assuntos foram dívida pública, latifúndios, exploração do trabalho, previdência, 10% do PIB na saúde e 10% do PIB na educação. Ou seja: só serviu pra dar no meio dos outros candidatos. Destaque para o “EpicWin” em cima da Dilma quando questionou sobre o aluguel compulsório e a candidata confundiu com desapropriação. Foi engraçado.

Quanto às pérolas, a melhor foi “Na Inglaterra eles são ingleses”, mais uma conclusão genial de Dilma.

A respeito das posturas, a mesma coisa dos outros debates: Dilma e Serra simplesmente NÃO SE QUESTIONAM. Plínio e Marina devem mesmo ser os candidatos mais importantes da corrida presidencial, visto que Dilma e Serra só dirigem perguntas a eles. Dilma não pergunta pra Serra, Serra não pergunta pra Dilma e fica tudo bem. Se os candidatos tem medo do enfrentamento na campanha, como terão coragem e firmeza para defender os interesses do Brasil frente a uma opinião diferente? Fica a certeza de que os covardes candidatos não terão a postura que esperamos quando o bixo pegar for necessário.

Enfim, tudo continua como antes. O prestígio de Lula respaldando Dilma, os interesses da elite justificando a candidatura de Serra, os eco-chatos adorando a Marina e um futuro mais justo que poderia até, em um mundo de sonho e fantasia, ser proporcionado por Plínio sendo ridicularizado e taxado de insano e ultrapassado.

A eleição do menos pior está aí. Lamentavelmente.

Tem que fazer força pra amar esse país. Na boa.

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Shana Sudbrack on 1 de outubro de 2010 at 11:51

    O Plinio é de mais. Tudo pra Dilma NÃO ganhar.
    Na eleição do menos pior eu sou mais Serra que Dilma ou Marina.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: