Falta de Laço

Falta de Laço.

Quem mora no Rio Grande do Sul sabe o que significa. Usamos essa expressão quando nos deparamos com uma atitude totalmente absurda, errada ou desprovida de qualquer critério.  “Falta de Laço” pode ser traduzido para o Português como “só faz isso porque não teve postura firme dos pais em sua educação”.

Exemplo: Maluf dizendo “A assinatura é minha, mas não fui eu que assinei”: Falta de laço. Arnaldo Jabor falando sobre Heavy Metal: Falta de laço. Renan Calheiros chamando sua absolvição de “uma vitória da democracia”: Falta de laço.

Acho que ficou claro.

Continuando.

Hoje, na página 27 de Zero Hora me deparei com a seguinte manchete:  “Projeto Proíbe as Palmadas”

Resumindo, um grupo de pessoas conseguiu que fosse criado um projeto de lei impedindo os pais de aplicarem castigos a seus filhos.

O projeto prevê penas para os pais que utilizarem, para repreender as atitudes erradas de seus filhos os seguintes métodos: Palmadas, beliscões, tapinhas na mão, puxão de cabelo, rejeição, xingamento, surras, chacoalhar, empurrar ou obrigar a criança a ficar em algum lugar.

Ta.

Agora a minha opinião.

3… 2… 1…

Esse projeto é um absurdo.

Eu não tenho filhos. Quero ter, apesar do medo que muitas coisas do mundo em que vivemos (às quais se soma, agora, esse projeto) me imputam com relação a essa decisão.

Mas mesmo não tendo filhos eu tenho algumas opiniões bem definidas sobre postura parental.

A primeira delas é que o Estado não tem o direito de interferir em como os pais repreendem seus filhos. O Estado deveria, ANTES, cumprir com sua obrigação de dar educação de qualidade a esses mesmos filhos ao qual este projeto é destinado.

A segunda é que a criança PRECISA ser repreendida. A criança, infelizmente, NÃO é um mini-adulto. E a forma de fazer isso, quando a conversa não funciona, é através da palmada ou do castigo.

Mas, Marcel, seu incoerente, tu nem pai é, que tu quer falando?

Não sou pai. Ok. Mas já fui filho.

Apanhei dos meus pais sim! Já fiquei de castigo sim. E isso ajudou a moldar meu caráter e minha personalidade.

A criança precisa temer algo. Saber seus limites. Para os adultos o que faz isso é a lei. Para as crianças, a autoridade dos pais. Adulto que fere a lei vai preso, criança que desrespeita leva palmada.

E não há nada de mau nisso.

Um alerta aos defensores dos direitos humanos e aos politicamente corretos: eu NÃO estou defendendo que se espanque a criança. Não é chutando o estômago que se educa. Agora, ninguém nunca morreu por causa de tapa na bunda.

Eu recebi castigos tradicionais e não sou nada traumatizado com isso. Esse projeto parece coisa de psicopedagoga. Sem filhos, claro.

Pra concluir, eu acho, MESMO, que se os pais fossem mais firmes (eu disse firmes, não severos nem violentos) e aplicassem os castigos no tempo e intensidades suficientes para corrigir o comportamento ou mesmo para definir limites, não teríamos adolescente de 17 participando de esquartejamento nem de 14 estuprando, só pra citar dois exemplos.

Hoje em dia as crianças não respeitam mais nem os professores. Professor, quando eu era estudante, era uma autoridade. Os pais estão, também por conta de pensamentos como este de que a palmada é um absurdo, “afrouxando” na educação de seus filhos e criando crianças e adolescentes que crescerão sem limites e valores bem definidos.

A falta de laço é que pode criar adultos problemáticos.

Anúncios

7 responses to this post.

  1. Posted by Ana on 16 de junho de 2012 at 22:55

    Adorei o texto e postei no meu face! Tem muito playboy aí precisando de laço!

    Responder

  2. Concordo contigo, eu apanhei, fiquei de castigo e não sou recalcado por causa disso… meus tios apanharam, ficaram de castigos e todos eles obtiveram “sucesso” na vida !! (não são escória). Eu acredito que essa Lei (mesmo que estúpida) deveria ser invertida, na medida que sim: devemos dar palmadas… nesses que fizeram a lei para que eles criem caráter.

    Responder

  3. Posted by Juliana on 16 de julho de 2010 at 22:52

    Ótimo texto, Marcel. Acho que é o que eu mais gostei no blog até agora.

    Responder

  4. Sabe pq os jovens não respeitam ninguém ???
    Porque a lei brasileira incentiva isso deliberadamente !!!
    Não existe autoridade pra ninguém em nosso pais !!!
    Os pais estão perdendo ela com leis ridículas como essa…
    Os professores já perderam por leis igualmente ridiculas que os deixa como reféns em sala de aula.
    E a polícia mesmo não tem o respeito da população pq as leis vão soltar os presos e o sistema falido praticamente obriga o policial a se corromper. Não só pelo dinheiro mas pela segurança da sua familia. E sabe… por essa e MUITAS outras que tenho a convicção que o Brasil NÃO é o pais do futuro. Eu acreditava nisso anos atrás… Mas definitivamente não tem como pq tudo está podre em todas as áreas !!! Não existe mais verdade em nada do que vemos !!!!!
    Bah… acabei desabafando… hehehehe

    Abraço meu velho !!!

    Falooooooow.

    Responder

  5. Concordo com você…. as crianças precisam de limites, precisam de alguem que demonstre autoridade pra eles, caso o contrario as pessoas do futuro serão totalmente mal educadas e mal formadas. Crianças precisam sim de umas palmadinhas de vez em quando, mas que isso não seja levado ao extremo como espancamento.

    Responder

  6. Ah, pois é, acho que o grupo RBS não gosta muito desse negócio de educar, “laço”… filhinho dum vai lá e sai violentando colega e é acobertado… Isso se não rolou festinha pelo feito…

    Responder

  7. Posted by Felipe Grahl on 14 de julho de 2010 at 23:39

    Concordo plenamente.
    Nem ao céu nem ao inferno!!
    Não se pode espancar ninguem, mas tambem nao da pra passar a mão na cabeça de quem apronta!!
    Dá-lhe Marcel, que tu tenha tri-gemeos!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: