Todo mundo mente.

Essa é uma frase clássica do Dr. House, anti-herói que virou febre em todo mundo. Eu, como grande fã de humor mau-humorado, sou um de seus admiradores.

Mas não gosto do bordão.

Sei que todo mundo mente. Concordo. O que não quer dizer que eu aprove.

Semana passada poderia tirar proveito de uma determinada situação contando uma mentirinha que ninguém nunca ia descobrir. Falei a verdade e não levei a vantagem que deveria.

Isso vem da minha infância. Aquela frase “é muito feio mentir” foi algo que eu levei a sério demais. Não gosto de enganar as pessoas. A consciência pesa e eu me sinto um canalha.

“Ah, Marcel, vai dizer agora que você não mente?” Como diz o título do post, todo mundo mente. Mas admito, é MUITO difícil que eu faça isso.

Chega a ser imbecil. Já disse que cheguei atrasado porque dormi demais. Já contei coisas que seria melhor ter omitido. Já respondi a verdade quando era melhor mentir pra não magoar outra pessoa. Ou seja, o erro paradoxal de falar a verdade.

Acho que o que resta é a tentativa de ser o mais honesto possível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: