O Vírus da Rock and Roll

Aos nove anos descobri o Guns n’ Roses.

Aos 17 comecei a tocar.

Aos 28 não penso em parar.

Gostaria de saber que vírus é esse, que faz com que o Rock fique impregnado na mente e no coração de quem toca.

Acho estranhíssimo quando alguém me diz “parei de tocar” ou “não estou tocando mais” ou “vendi todos meus equipamentos”.

Isso não entra na minha cabeça.

Sou um dos caras (e, acredite, conheço muitos) que provavelmente vão ter uma banda pro resto da vida.

Mesmo que isso implique em prejuízo, mesmo que seja necessário trabalhar em outro ramo pra sobreviver, mesmo que o sucesso nunca chegue. Porque isso não importa. O que importa é a música. O que importa é não parar. O que importa é continuar criando e metendo ficha.

Certa vez alguém disse que o você não escolhe o Rock and Roll. O Rock and Roll te escolhe.

Faz todo sentido.

E mais do que te escolher, em muitos casos nao te liberta nunca mais.

Mas, na boa… não faço questão dessa liberdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: