A Grosseria e a Gentileza

Odeio gente grosseira.

Arrogante, prepotente, que não tem noção que a gentileza abre mais portas do que a porrada.

Cada vez mais o mundo está poluído por essas pessoas. Gente que se acha superior por algum motivo e que tem a pachorra de pensar que se alguém fala alguma coisa ruim a respeito da sua “magnífica” pessoa, o faz por inveja.

Não.

Vamos acordar.

Todo mundo tem seu momento de mais firmeza, de teimosia ou de contestação da opinião e da postura alheia. Isso é normal. Mas tem gente que não consegue enxergar a linha não tão tênue assim que separa a sustentação de um posicionamento da grosseria pura e simples.

Grosseria fede. É repugnante. Não acrescenta nada e ainda faz você, na maioria das vezes, parecer um idiota. Ou sê-lo de fato.

O mundo não precisa disso. Já temos demais.

Precisamos sim de atenção, gentileza, doçura, compreensão e, principalmente, humildade.

Existe uma confusão comum na cabeça de muita gente, que confunde ser humilde com ser humilhado. Não tem nada a ver. Ter a noção de que não somos nada perante o mundo e perante as outras pessoas só nos fazem pessoas conscientes e não menores por isso.

Na maioria dos contextos somos plenamente substituíveis. Uma parte. E, na maioria dos contextos, não há parte mais importante. Elas precisam trabalhar juntas para que tudo funcione plenamente.

Então, para que todos ganhem com isso, vamos baixando nossos narizinhos, ok?

A única coisa que se ganha com grosseria são inimigos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: