Lidar com Pessoas

É um clichê.

É complicado lidar com pessoas. Eu que o diga.

Minha vida me dá autoridade pra falar sobre isso. Decidi, por algum motivo que teria uma banda de Rock. Aos 9 anos, sem saber tocar. Aos 12 ganhei uma guitarra e não aprendi a tocar. Fui aprender aos 18. Baixo. Guitarra não aprendi até hoje, apesar de tocar mesmo assim.

Uma banda é uma ótima maneira de lidar com pessoas. Público, donos de bar, divulgadores picaretas, produtores e gente de gravadora que nunca vai te ouvir e, principalmente, as pessoas dentro da banda te ensinam o quanto é dificil lidar com pessoas.

Quem sabe o Jornalismo? Escrevo, gosto de dar pitaco em tudo… sim, Jornalismo é perfeito!

Mais ainda, precisei lidar com pessoas. Leitores, artistas, produtores, assessores… Lidar com pessoas.

Esqueci de falar, mas nesse meio tempo (entre a banda aos 18 e o jornalismo aos 23) cheguei a conclusão de que o capitalismo é um sistema dominante do qual nenhum de nós consegue escapar. Eu precisava me sustentar. Entre estudar informática e começar uma faculdade que nunca concluí, prestei, vejam que ingenuidade, um concurso pra Caixa Econômica Federal.

Virei caixa de banco.

Atendimento ao público diariamente. Da mãe de 6 filhos que recebe R$22,00 do Bolsa Família até o empresário bem sucedido que transfere 100 mil reais para comprar um carro novo para o filho que passou no vestibular para economia, só lido com pessoas.

Por fim, ao invés de dar um tempo a minha própria cabeça, me transferi para outra universidade e passei a cursar Gestão de Recursos Humanos.

Eu exagerei nesse aspecto. Mas a verdade é que a vida se resume a lidar com pessoas. Todos nós vivenciamos isso. Seja qual for a atividade, será necessário lidar com pessoas, trocar idéias, buscar equilíbrio e negociar com elas.

Se você quiser fazer uma porra de uma faculdade de física e passar fazendo pesquisa, vai ter que lidar com pessoas. Se optar por ser biólogo na puta que pariu da Antártida estudando pingüins, vai ter que lidar com pessoas. Se optar pelos computadores ou a área de tecnologia, vai ter um filha da puta de um cliente que vai te pedir pra mudar “só uma coisinha” e você vai ter que, surpresa, lidar com pessoas.

A vida é isso.

E não há escapatória.

Portanto, o mundo seria melhor se as pessoas, ao invés de repetir esse bordão “lidar com pessoas é complicado”, se dedicassem a aprimorar essa habilidade. Cumprimentar as pessoas, sorrir, ser atencioso ou usar palavras simples como “Obrigado” e “Por Favor” fazem toda a diferença.

Quer ser grosseiro? Seja. Mas vá ser grosseiro na puta que pariu, por gentileza.

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Aldema on 20 de abril de 2010 at 1:35

    Gostei do texto! Sou também assim: gosto de lidar com pessoas – habilidade que começa com a família , já que nem todos são maravilhosos como tu ( caprichei no elogio!) Beijos da tia

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: